1768 | Política e Escravidão

1768 | Política e Escravidão

– 1768 – Carta do Morgado de Mateus, governador da Capitania de São Paulo ao Conde de Oeiras (mais tarde Marquês de Pombal) informava que “o nome do Rei D. José I era desconhecido entre certos povos, como, por exemplo, nos Retiros de Jaguari, de Camanducaia, nos bairros Paranapanema, Apiaí, Ribeira e nos Campos Gerias e nas Furnas”. (RIHGB/AHU/SP, 6:84 – Docs. Inter. 19:26/27)*** – 29/1/1768 – carta de Cláudio Furquim de Almeida ao Morgado de Mateus, datada de Camanducaia, remetendo preso um desertor da Praça de Santos. Esta Camanducaia é a de Minas Gerais. (AM, 153) Escravidão e Abolicionismo – 1768 – Cláudio Furquim de Almeida escreve da Fortaleza de Santo Amaro, em Santos, a Manuel Rodrigues Belém, em Mogi-Guaçu, perguntando por escravo fugido. (AM,180)     Nota: – As anotações que se seguem foram extraídas do Acervo dos … Continue...
1770 | Política

1770 | Política

– 28/7/1770 – doc. n. 1239 – “Carta de José Leme da Silva ao Governador da Capitania de São Paulo, Luís Antônio de Sousa Mourão, comunicando a mudança de algumas famílias daquela vila (Jaguari, hoje Bragança Paulista) para Camanducaia. (AM, 227)     Nota: – As anotações que se seguem foram extraídas do Acervo dos jornais “Correio Paulistano”, franqueadas pela Biblioteca Nacional na Internet, e “O Estado de São Paulo”, ao qual tive acesso como assinante. – A maior parte das informações que extraímos desses venerandos periódicos foram copiadas pela impressora de meu computador pessoal. Uma parte, porém, de pequeno porte, não compensava gastar papel e tinta, pelo que as copiamos à mão em pequenas cadernetas. Agora, estamos transferindo-as para este arquivo. – Cada verbete é composto: pela data da publicação, texto, eventuais observações e comentários em itálico, e pelas … Continue...
1771| Política

1771| Política

– 1771 – menção a um “descoberto do Jaguari”, no Rio Camanducaia, por Simão de Toledo Piza. (AM, 274) – 27/10/1771 – Carta de Francisco Pinto do Rego ao governador da Capitania de São Paulo, Luís Antônio de Sousa Botelho Mourão, tratando das esperanças depositadas na socavação do Rio Camanducaia e da próxima marcha de sua companhia até o Rio Pardo. Descoberto de N.S. do Carmo de Jaguari”. (AM,274)xxx – 1/11/1771 – “Carta de José Leme da Silva ao Governador da Capitania de São Paulo, Luís Antônio de Sousa Botelho Mourão, tratando da pretenção de alguns homens de Camanducaia de entrarem no novo descoberto e da abertura, pelos mesmo, de uma picada até o descoberto de Simão de Toledo. Jaguari,1/11/1771”.(AM, 275) – 9/11/1771 – “Carta de Francisco Pinto do Rego ao governador da Capitania de São Paulo, Luís Antônio de … Continue...
1790| Família

1790| Família

– 1790? 1798? – Conforme declaração em 1856, no Registro Paroquial de Terras, João da Cunha fez uma posse “nos limites desta freguesia”, que mais tarde passou sucessivamente a Jerônimo da Costa e Felipe Pires de Ávila e depois ao herdeiro deste, Boaventura de Oliveira Cardoso, que subscreveu tal declaração. Pelos confrontantes indicados tal sítio ficava no Bairro do Cascalho, hoje Pedreira. Ora, sabe-se que Felipe Pires de Ávila já morava no Cascalho em 1798, quando foi batizado em Mogi-Mirim o seu neto Custódio, filho de Gertrudes Pires. (RPT, 31/33 – BM-5:2)***   Nota: – As anotações que se seguem foram extraídas do Acervo dos jornais “Correio Paulistano”, franqueadas pela Biblioteca Nacional na Internet, e “O Estado de São Paulo”, ao qual tive acesso como assinante. – A maior parte das informações que extraímos desses venerandos periódicos foram copiadas pela … Continue...
1796 | Religião

1796 | Religião

– 10/1/1796 – Maria da Conceição, mulher de José Antônio da Silva, “moradores no sítio do Camanducaia”, é madrinha de Desidério, filho de Florentino Gonçalves e Inácia da Costa, em Mogi-Mirim. (JAJ,13)***     Nota: – As anotações que se seguem foram extraídas do Acervo dos jornais “Correio Paulistano”, franqueadas pela Biblioteca Nacional na Internet, e “O Estado de São Paulo”, ao qual tive acesso como assinante. – A maior parte das informações que extraímos desses venerandos periódicos foram copiadas pela impressora de meu computador pessoal. Uma parte, porém, de pequeno porte, não compensava gastar papel e tinta, pelo que as copiamos à mão em pequenas cadernetas. Agora, estamos transferindo-as para este arquivo. – Cada verbete é composto: pela data da publicação, texto, eventuais observações e comentários em itálico, e pelas siglas (CP) e (OESP), para identificar sua origem, prevendo … Continue...
1798| Religião

1798| Religião

– 1/2/1798 – Maria Bueno, solteira, filha de Francisco Bueno e de Isidora de Siqueira, moradores no “sítio do Camanducaia”, é madrinha de batismo de Salvador, filho de Manuel Barbosa e de Ana de Siqueira, em Mogi-Mirim. (JAJ, 16) *** – 4/2/1798 – José Pires, filho de Felipe Pires (de Ávila) e de Maria Pires (da Rocha), e Teotônia Maria, mulher de Pedro Machado, moradores no “sítio do Camanducaia, foram padrinho de Custódio, batizado em Mogi-Mirim, filho de pai incógnito e de Gertrudes Pires, solteira, filha de Felipe Pires e de Maria Pires (BM,4:64v) – 2/9/1798 – Salvador Pires da Gama e sua mulher Clara Maria de Oliveira, moradores no bairro do Camanducaia, em Mogi Mirim, foram padrinhos do batizado de Dionísia,filha de pais incógnitos, exposta em sua casa (BM-4) – 2/11/1798 – Angélica, filha de Constantino da Silva e … Continue...
1803| Generalidades

1803| Generalidades

– 25/3/1803 – Inácio Barreto comprou de João Pires Bueno terras no Bairro da Boa Vista, à margem do Rio Jaguari. (RPT, 29)     Nota: – As anotações que se seguem foram extraídas do Acervo dos jornais “Correio Paulistano”, franqueadas pela Biblioteca Nacional na Internet, e “O Estado de São Paulo”, ao qual tive acesso como assinante. – A maior parte das informações que extraímos desses venerandos periódicos foram copiadas pela impressora de meu computador pessoal. Uma parte, porém, de pequeno porte, não compensava gastar papel e tinta, pelo que as copiamos à mão em pequenas cadernetas. Agora, estamos transferindo-as para este arquivo. – Cada verbete é composto: pela data da publicação, texto, eventuais observações e comentários em itálico, e pelas siglas (CP) e (OESP), para identificar sua origem, prevendo uma futura incorporação a um trabalho maior. – Dividimos … Continue...
1809 | Religião e Generalidades

1809 | Religião e Generalidades

– 23/6/1809 – Antônio Luís da Costa e sua mulher Gertrudes Maria de Godoy venderam terras no Bairro Camanducaia a Cristóvão Xavier do Prado. Antônio Luís voltou a vender terras a Cristóvão em 29/12/1812, mas permaneceu morando no Amparo, onde faleceu em 1834 aos 90 anos. (JAJ, 17 e 24 – OA-2:18) *** Religião – 1/2/1809 – o Capitão José de Araújo Ferraz, casado, e Eufrásia Maria do Espírito Santo, solteira, moradores no Bairro Camanducaia, servem como padrinhos de batismo de Lúcio, filho de Manuel Cardoso e sua mulher Úrsula Maria de Jesus, em Mogi-Mirim. (JAJ, 20)*** – 30/7/1809 – Ana, filha de Antônio de Abreu e Silva (em 1829 morava no Amparo), e Quitéria Maria de Cássia, foi batizada em Mogi-Mirim, sendo padrinhos: o Pe. Caetano José de Abreu e sua irmã Joaquina Antônia, solteira (BM-5:68v)***   Nota: – … Continue...
1810 | Religião

1810 | Religião

– 25/11/1810 – Felisberto Domingues Paes, solteiro, e Francisca Maria, mulher de Manuel Machado, são padrinhos de batismo de Francisco, filho de Vicente Furtado e Clara Dias, em Mogi-Mirim. (JAJ,21)***     Nota: – As anotações que se seguem foram extraídas do Acervo dos jornais “Correio Paulistano”, franqueadas pela Biblioteca Nacional na Internet, e “O Estado de São Paulo”, ao qual tive acesso como assinante. – A maior parte das informações que extraímos desses venerandos periódicos foram copiadas pela impressora de meu computador pessoal. Uma parte, porém, de pequeno porte, não compensava gastar papel e tinta, pelo que as copiamos à mão em pequenas cadernetas. Agora, estamos transferindo-as para este arquivo. – Cada verbete é composto: pela data da publicação, texto, eventuais observações e comentários em itálico, e pelas siglas (CP) e (OESP), para identificar sua origem, prevendo uma futura … Continue...
1805 | Religião

1805 | Religião

  – 2/7/1805 –  Aleixo, filho de Floriano Pires de Ávila e de Francisca Maria Ribeiro, foi batizado em Mogi-Mirim pelo Padre Safino, sendo padrinhos: João, filho solteiro de Jerônimo da Costa, e Ricarda, filha de Gertrudes Pires, estas de Bragança. A Gertrudes Pires mencionada é Gertrudes Pires de Ávila, filha de Felipe Pires de Ávila, povoador pioneiro de Pedreira; Floriano Pires de Ávila é certamente seu parente; aliás em outro batizado registrado no mesmo livro é dado como “freguês de Bragança”. Quanto à Jerônimo da Costa, trata-se do primeiro possuidor de terras na região de Pedreira, que as vendeu a Felipe Pires de Ávila. (BAMOGI, 5:2)     Nota: – As anotações que se seguem foram extraídas do Acervo dos jornais “Correio Paulistano”, franqueadas pela Biblioteca Nacional na Internet, e “O Estado de São Paulo”, ao qual tive acesso … Continue...