1822 | Religião

1822 | Religião

Religião – 27/5/1822 – Batizado em Mogi-Mirim de Generoso, filho de Felizardo de Oliveira Preto e de Escolástica Maria da Conceição, todos desta freguesia. Padrinhos: José Pereira de Oliveira, casado, e Ana Bueno de Lima, viúva, “moradores no Bairro Camanducaia”. Celebrante: Pe. Araújo Ferraz. (BM-7:106)     Nota: – As anotações que se seguem foram extraídas do Acervo dos jornais “Correio Paulistano”, franqueadas pela Biblioteca Nacional na Internet, e “O Estado de São Paulo”, ao qual tive acesso como assinante. – A maior parte das informações que extraímos desses venerandos periódicos foram copiadas pela impressora de meu computador pessoal. Uma parte, porém, de pequeno porte, não compensava gastar papel e tinta, pelo que as copiamos à mão em pequenas cadernetas. Agora, estamos transferindo-as para este arquivo. – Cada verbete é composto: pela data da publicação, texto, eventuais observações e comentários … Continue...
1823 | Economia

1823 | Economia

Economia, Finanças e Negócios – 29/12/1823 – O Ajudante Pedro Antônio Nunes e o Capitão-Mor Antônio da Cunha Lobo registraram nessa data a escritura de compra e venda, por 1:500$000, de um sítio de terras de cultura no Brumado, adquirido por cessão do Capitão Elesbão Francisco Vaz, com uma “sesmaria medida, demarcada e confirmada, com meia légua de testada e uma de fundo, cuja sesmaria parte com Francisco da Silveira Franco por baixo, e pelos lados com o rumo da sesmaria, e no fundo com o mesmo rumo e marcos que hão de existir. Testemunhas: João Evangelista de Siqueira e Joaquim Munhoz de Siqueira. (Livro de Notas n. 11 de Mogi-Mirim, fls. 44v/45v). Antônio da Cunha Lobo, sargento-mor, havia recebido em 1798 uma sesmaria na paragem do Pirapitingui, com meia légua de testada, tocando na extremidade na lagoa dos “Goambez”, … Continue...
1824 | Generalidades e Religião

1824 | Generalidades e Religião

Religião – 16/1/1824 – é celebrado pelo Padre Figueira o primeiro batizado na Capela do Amparo, o de Gertrudes, filha de José Joaquim de Moraes e sua mulher Rosa Antônia da Jesus. Esse ato foi lançado anos depois no livro competente. (BA-3:72v)*** – 16/7/1824 – o Vigário Capitular da Diocese de São Paulo, Manuel Joaquim Gonçalves de Andrade, concede licença a Francisco Xavier do Passo, João Bueno da Cunha, o Ajudante Pedro Nunes e outros moradores do Bairro Camanducaia, licença para edificar uma capela, com a invocação de Nossa Senhora do Amparo, “contanto que seja em lugar decente, alto, livre de umidade, desviado o quanto possa ser de lugares imundos e sórdidos, e de casas particulares, não sendo, porém, em lugares ermos e despovoados, com âmbito suficiente em roda para poderem andar procissões, de sorte que fique com capacidade para, … Continue...
1826 | Generalidades

1826 | Generalidades

Amparo – Generalidades – 12/8/1826 – Manuel Antônio Godoy, já falecido nessa data, havia vendido terras no Bairro da Boa Vista, em Amparo, a Inácio Barreto. Este, em 1856, era vizinho de Hercules Florence. (RPT, 29)     Nota: – As anotações que se seguem foram extraídas do Acervo dos jornais “Correio Paulistano”, franqueadas pela Biblioteca Nacional na Internet, e “O Estado de São Paulo”, ao qual tive acesso como assinante. – A maior parte das informações que extraímos desses venerandos periódicos foram copiadas pela impressora de meu computador pessoal. Uma parte, porém, de pequeno porte, não compensava gastar papel e tinta, pelo que as copiamos à mão em pequenas cadernetas. Agora, estamos transferindo-as para este arquivo. – Cada verbete é composto: pela data da publicação, texto, eventuais observações e comentários em itálico, e pelas siglas (CP) e (OESP), para … Continue...
1828 | Religião

1828 | Religião

Religião – 9/1/1828 – O Pe. Figueira batizou na Capela do Amparo João, filho de Manuel Antônio do Espírito Santo, casado com Dorotéia (sic), registrado em Serra Negra  (BSN-1:8) – 1/11/1828 – O Padre Francisco Figueira da Assunção batizou na Capela do Amparo, com licença do Capelão de Serra Negra Pe. Camilo José de Moraes Lellis, Manuela, filha de João da Cunha de Macedo e de sua mulher Ana Francisca, sendo padrinhos Antônio da Silveira Franco e sua mulher Isabel da Silveira Franco. (JAJ, 30)*** – 9/11/1828 – O primeiro batizado na Capela do Rosário, hoje Serra Negra, foi o de Custódio, filho de Lourenço da Silva Pinto e de Gertrudes Maria, ambos do “bairro Camanducaia”, sendo Padrinhos: Custódio Pinto da Fonseca e sua mulher Ana Maria de Sousa. Foi celebrante o Padre Camilo José de Moraes Lellis (Capelão Curado … Continue...
1829 | Generalidades, Economia, Religião e Genealogia

1829 | Generalidades, Economia, Religião e Genealogia

Economia, Finanças e Negócios – 29/3/1829 – relatório do Padre Roque de Sousa Freire ao Bispo Diocesano informa que em Amparo já existiam olarias para produzir telhas, além de um rio com peixe, ponte para travessia, e havia muita madeira e lenha, “por se achar situada em centro de matas”. (JAJ, 39) Religião – 8/4/1829 – por provisão do Bispo D.Manuel Joaquim Gonçalves de Andrade é ereta a Capela Curada de Amparo. (JAJ,39)*** – 20/4/1829 – é celebrado o primeiro batismo na Capela Curada de Amparo pelo Padre Elias Rodrigues Moreira. A criança batizada recebeu o nome emblemático de Adão, filho de João e Maria, escravos de Francisco Xavier dos Passos. (BA-1:1)*** Generalidades – 1829 – O Alferes José Desidério Pinto já possuia nessse ano um sítio nos limites entre Amparo e Serra Negra. (LT-14v) Genealogia e Biografia – 21/5/1829 … Continue...
1830 | Generalidades e Religião

1830 | Generalidades e Religião

Religião – 17/4/1830 – O Padre Roque de Sousa Freira batiza na Capela do Amparo a Maria, filha do Sargento Antônio de Cerqueira César e de Ana Jacinta de Oliveira, sendo padrinhos o Sargento-Mor Joaquim Moreira César e sua mulher Emerenciana da Silveira Franco, todos moradores da Capela. (BA, 1:14v) Generalidades – 21/2/1830 – José Lourenço Gomes, filho de Lourenço Gomes e de Ana Francisca, natural de S. Salvador da Árvore, Bispado do Porto, casou com Joana Francisca de Oliveira, filha de Antônio Leme da Silva e de Maria Jacinta de Oliveira, em Serra Negra em 21/2/1830 (CSN, 1:7)     Nota: – As anotações que se seguem foram extraídas do Acervo dos jornais “Correio Paulistano”, franqueadas pela Biblioteca Nacional na Internet, e “O Estado de São Paulo”, ao qual tive acesso como assinante. – A maior parte das informações … Continue...
1831 | Generalidades e Religião

1831 | Generalidades e Religião

Religião – 29/2/1831 – O Padre Roque de Sousa Freire batiza na Capela do Amparo, “debaixo de condição, por ter sido batizada em casa por pessoa rústica”, a Maria, filha legítima de Teodoro e Florência, escravos de Manuel Vaz Pinto. Foram padrinhos Cândido, solteiro, escravo do Capitão Francisco Gonçalves, e Inácia, casada, escrava do Alferes Antônio Joaquim de Almeida, os padrinhos de Bragança, os mais desta Capela. (BA-1:28v) – 4/4/1831 – O Padre Roque de Sousa Freire batiza na Capela do Amparo a Joaquina, adulta, nação Angola, escrava de Antônio Muniz Tavares. Foram padrinhos João Bueno da Cunha e sua mulher Gertrudes Maria da Anunciação, todos desta Capela. (BA, 1:30) Generalidades – 1831 – Nicacio Lopes e seu irmão Leonardo Lopes do Prado, moradores na Capela Curada de Amparo, se queixam ao Conselho da Presidência da Província de S.Paulo, contra … Continue...
1832 | Generalidades e Política

1832 | Generalidades e Política

Política e Administração Pública – 8/1/1832 – “Antônio de Oliveira Matozinho é investido das funções de delegado da Sociedade Defensora da Liberdade e Independência Nacional, da vila de Bragança, que visa auxiliar a tranquilidade e segurança pública pelos meios legais e goza da aprovação governamental”. Essa Sociedade Defensora fora fundada por Evaristo da Veiga e apoiava o Regente Feijó contra os Andradas, que pregavam a restauração de D. Pedro I. Antônio de Oliveira Matozinho era casado com Senhorinha de Lima, filha do português João da Rosa Viana, grande proprietário que deu nome ao “Bairro dos Rosas”. Oliveira Matozinho se declarou em 1856 proprietário de 200 alqueires de terra na Areia Branca. (EFA, 17 – RPT, 19) Generalidades – 17/4/1832 – José Joaquim de Siqueira comprou de Pedro José de Ávila terras no Ribeirão da Areia Branca, nessa data. (RPT, 45) … Continue...
1833 | Genealogia

1833 | Genealogia

Genealogia e Biografia – 10/1/1833 – Manuel Vaz Pinto, viúvo de Florinda Maria, casa-se com Umbelina Maria, natural de Bragança, filha de Teotônio José Pinto e de Rita de Godoy. (CA-1:23v)     Nota: – As anotações que se seguem foram extraídas do Acervo dos jornais “Correio Paulistano”, franqueadas pela Biblioteca Nacional na Internet, e “O Estado de São Paulo”, ao qual tive acesso como assinante. – A maior parte das informações que extraímos desses venerandos periódicos foram copiadas pela impressora de meu computador pessoal. Uma parte, porém, de pequeno porte, não compensava gastar papel e tinta, pelo que as copiamos à mão em pequenas cadernetas. Agora, estamos transferindo-as para este arquivo. – Cada verbete é composto: pela data da publicação, texto, eventuais observações e comentários em itálico, e pelas siglas (CP) e (OESP), para identificar sua origem, prevendo uma … Continue...