Frazão

Frazão

FRAZÃO   TRONCO I Joaquim Manuel Frazão e Cândida Maria da Silva tiveram: 1 – Gertrudes Maria da Silva, filha de Joaquim Manuel Frazão e de Cândida Maria da Silva, casou no Amparo em 1881 com Emílio Antônio Bueno, filho de Pedro Bueno de Lima e de Maria Rosa de Jesus (CA-8:30v) 2 – Teodoro Manuel da Silva, filho de Joaquim Manuel Frazão e de Cândida Maria da Silva, casou no Amparo em 1879 com Maria Pereira de Godoy, filha de Antônio Rodrigues de Melo e de Jacinta Pereira de Godoy, sendo testemunhas Henrique de Sousa de Moraes e Joaquim Manuel Franco (CA-7:75v)
Ferraz Leite de Carvalho

Ferraz Leite de Carvalho

FERRAZ LEITE DE CARVALHO   – Veja FERREIRA DE CAMARGO – TRONCO III.
Ferreira das Neves

Ferreira das Neves

FERREIRA DAS NEVES   TRONCO I   Daniel Ferreira das Neves e Isabel de Oliveira Cardoso (CM, 1:71); foram  pais de: 1 – Maria Madalena de Jesus, casada em 1825 em Mogi Mirim com José Pires de Godoy, filho de Manuel Joaquim Cardoso e de Ana P. de Oliveira; Maria Madalena e José Pires de Godoy tiveram: 1.1 -Frutuosa, batizada no Amparo em 1833, 1.2 – Lourenço Pires de Godoy, batizado em 1835 e casado em 1859 com Maria Rosa, filha de Bento José de Sousa e de Gertrudes Maria de Jesus; 1.3 – Joaquim Pires Cardoso, casado em 1850  com Vicência Maria de Jesus, filha de José Francisco Moreira e Maria Gertrudes Franco  (CM, 1:71). 1.4 – João Pires de Godoy, casado em 1859 com Maria Francisca de Jesus, bragantina, filha de Francisco José de Sousa e de Senhorinha … Continue...
Franco Barbosa

Franco Barbosa

FRANCO BARBOSA   TRONCO  I   I – Vicente Luís Rodrigues, casado com Escolástica Maria da Conceição, de Bragança, foram pais de: 1 – Antônio Franco Barbosa, natural de Bragança, casado em 1835 com Dionísia Maria de Oliveira, filha de Salvador de Oliveira Preto e de Maria Rosa de Lima. Dionísia era viúva de Benedito Franco Barbosa, falecido em 1834 aos 26 anos de        idade, este filho de Antônio Prestes de Camargo e de Gertrudes Maria da Conceição. Na sessão ordinária de 3/12/1891 foi lido um ofício de Antônio Franco Barbosa, empregado da limpeza do Matadouro Público, no qual pede exoneração “devido ao seu mau estado de saúde e avançada idade”; foi concedida (Atas,8:18v). 2 – Inocêncio Franco Barbosa, casado no Amparo em 1840 com Jesuína Francisca, filha de Lourenço Pires Cardoso e Rosa Maria de Jesus. Enviuvando desta … Continue...
Freire

Freire

FREIRE   TRONCO  I   I – O Tenente Antônio Benedito Freire, mencionado em 1845.no Livro do Protocolo de Audiências de Amparo, fls. 49, era pai de: 1 – Gertrudes das Dores Freire, casada com José Pedro Guimarães; 2 – Albina Severina da Silveira Freire; 3 – Maria Cândida da Silveira Freire.   TRONCO  II   II –       José Felício Freire, natural de S.Paulo, filho do Capitão Felício José Freire e de Maria Angélica, casou no Amparo em 1852 com Francisca Franco da Rocha, viúva de João Alves Machado. José Felício Freire, já era falecido em 1886, mas Francisca Franco da Rocha, que também se assinava Francisca Maria Franco, ainda era viva. O casal teve os filhos: 1 – Eliza Emiliana Freire, casada no Amparo em 4/2/1882, com Bartolomeu Arruda; embora analfabeto, Bartolomeu foi tutor de seus cunhados menores. … Continue...
Ferraz de Sousa Campos

Ferraz de Sousa Campos

FERRAZ DE SOUSA CAMPOS   TRONCO   I –  Francisco Ferraz de Sousa Campos e Maria do Carmo de Sousa Aranha, foi um casal que morou em Capivari e depois se transferiu para Amparo. Francisco já era falecido em 1875, quando o Dr. Felipe Xavier da Rocha e sua mulher Benedita Antônia de Lima Rocha vendem terras no Córrego Vermelho ao Padre Pinheiro; os vendedores moravam na “Constituição” (Piracicaba) e as terras lhes haviam sido adjudicadas em execução movida contra a viúva e herdeiros de Francisco Ferraz de Sousa Campos (1ºof. 30:21 e 34:157). Francisco Ferraz de Sousa Campos e Maria do Carmo Aranha tiveram q.d: 1 – Maria Luíza de Campos, natural de Capivari, católica, filha de Francisco Ferraz de Sousa Campos e de Maria do Carmo Aranha, casou no Amparo em 1868 com João Plumer (ou mais provavelmente … Continue...
Ferreira de Oliveira

Ferreira de Oliveira

FERREIRA DE OLIVEIRA        TRONCO  I   I – Tomé Ferreira de Oliveira comprou de Salvador Vieira Machado um sítio no Camanducaia em 1812. Não encontramos nenhum outro informe sobre esse pioneiro de terras amparenses, mas é provável que fosse oriundo de Mogi Mirim.
Franco de Azevedo

Franco de Azevedo

FRANCO DE AZEVEDO   TRONCO I   I – João Franco de Azevedo e Joaquina Maria de Jesus tiveram: 1 – Maria Francisca de Jesus, filha de João Franco de Azevedo e de Joaquina Maria de Jesus, casou no Amparo em 1877 com Francisco Pereira de Toledo, filho de José Pereira de Toledo e de Teodora Gonçalves de Oliveira (CA-7:41) 2 – Joaquim Alves de Azevedo, filho de João Franco de Azevedo e de Maria Joaquina de Jesus, casou no Amparo em 1879 com Maria Josefa, filha de Gertrudes Maria Gonçalves (CA-7:71)
Freitas

Freitas

FREITAS   TRONCO  I   I – José Florêncio de Freitas e sua mulher Rosa da Silveira Franco, foram padrinhos de batismo de Cândida, batizada com 3 dias em 1840, filha de Antônia Maria, e de José, filho de Antônio Gomes e Maria de Lima, batizado em 1839. José Florêncio de Freitas foi nomeado fiscal suplente em 1858.  Ainda não encontramos qualquer outra informação sobre o casal Freitas (embora seja provável que esta Rosa da Silveira Franco fosse filha ou neta de Mécia da Silveira Franco), e só encontramos o filho: 1 – José Florêncio da Silveira, batizado em 1842 (sendo padrinhos José Bernardo Mendes e sua mulher Senhorinha da Silveira Franco – BA-4:15), que casou em 1866 com Júlia Carolina de Camargo(CA-5:95v), filha de Joaquim Antônio de Godoy, natural de Bragança, e de Carolina Cândida de Camargo, estes filhos … Continue...
Ferreira

Ferreira

FERREIRA   TRONCO I   1 – Alferes Eugênio Batista Ferreira, morador em Mogi Mirim, onde foi Vereador em 1814, em Casa Branca e em Amparo, era casado com Maria da Luz Perpétua, falecida em Amparo em 1833 aos 40 anos, com quem  teve os  filhos abaixo (OA-1:5v). O alferes casou em segundas núpcias com Rita Maria Constância antes de março de 1836 (BA-2:62v), mas não encontramos geração desta. 1.1 – Carlota Justiniana de Sousa, natural de Casa Branca, casada no Amparo em 1834 com Manoel José de Campos, que também era conhecido por Manuel de Campos Aranha, filho do Tenente Calixto José de Campos e Maria Benedita Aranha. Foram pais de: 1.1.1 – Maria, batizada no Amparo em 1836.               1.1.2 – Calixto de Campos Aranha, nascido em Pinhal em 1839 e lá falecido em 29/1893; foi … Continue...