Capt. 4 – Os Amparenses

Capt. 4 – Os Amparenses

Voltemos aos amparenses. Quem são eles? O que tem feito nos últimos duzentos anos? Quem, para efeito deste trabalho, é amparense? Adotamos o princípio do “jus sanguinis” – “filho de amparense é amparense” …  –  Todos os que nasceram em Amparo e seus filhos, todos os que moraram em Amparo e, conforme o caso, também seus filhos.  E há personagens históricos que simplesmente passaram por Amparo, alguns dias ou horas, mas que pertencem a nossa História. Decidimos incluí-los também, para não mutilar esta resenha. Então, começando pela política, vejamos quais são os destaques. Em nível municipal, no Império, o comando político se alternou entre conservadores e liberais, embora os republicanos ganhassem força a cada dia. O chefe conservador era o Dr. Francisco Antônio de Araújo, e o liberal era o Barão de Campinas, embora este nunca houvesse ocupado cargos políticos.  … Continue...
Capt. 5 – Política

Capt. 5 – Política

  Gilberto Bueno Schlitter Silva – amparense, foi Subsecretário Geral da ONU.  O Secretário Geral da ONU é, teoricamente, a maior autoridade do planeta. Na prática… quem manda são as grandes potências.  Gilberto Schitter foi quem pessoalmente interveio e resolveu o conflito entre o Vietnã e o Cambodja, acabando com a guerra entre essas nações, além de outras realizações. Laudo de Camargo – amparense, presidente do Supremo Tribunal Federal – foi interventor em São Paulo em 1932, tendo governado o Estado por alguns meses. Prestes Maia – amparense, urbanista, prefeito de S. Paulo duas vezes. Wladimir de Toledo Piza – prefeito de S. Paulo, serrano, mas filho de mãe amparense. José Pires Neto – amparense, foi prefeito de Campinas duas vezes. José Maria Whitaker – ministro da Fazenda duas vezes, em 1930 e 1954 – é mencionado numa notícia como … Continue...
Capt. 6 – Religião

Capt. 6 – Religião

E nas atividades religiosas, tivemos quem se notabilizasse?  Mas é claro! Há nomes que não podem ser esquecidos, porque alguns fazem parte da História do Brasil. O Cardeal Leme, filho de amparense, neto de Francisco da Silveira Franco, foi o segundo brasileiro a alcançar a púrpura cardinalícia. Grande orador sacro, pregou várias vezes em Amparo e manteve ligações estreitas com a cidade. Teve atuação decisiva na Revolução de 1930, quando convenceu Washington Luís a deixar o Catete, sem resistir, o que evitou um banho de sangue na ocasião. E D. Roberto Pinarello de Almeida, bispo de Jundiaí, amparense da gema, grande orador sacro, reitor da PUCCAMP, é uma de nossas glórias. O Padre João Manuel de Carvalho – potiguar, deputado geral no Império –  foi vigário de Amparo por duas vezes, além de participar da política local e de dirigir … Continue...
Capt. 7 – Arte e Ciência

Capt. 7 – Arte e Ciência

E nas artes, nas letras, nas ciências, o que fizeram os filhos de Amparo?  Fizeram muitas coisas importantes, cada qual na sua especialidade. Pedro de Azevedo – foi quem trouxe a tilápia, esse simpático peixinho que alegra nossas pescarias e nossas refeições. Ao que nos consta, a tilápia é originária do Rio Nilo, na África, e foi introduzida pelo Instituto Biológico nos nossos rios. Walter Martins – o Magalu, ambientalista, reflorestou as margens do Camanducaia, dotando-o de uma exuberante mata ciliar. Ele era vereador na época.  Oxalá outros edis fizessem algo similar… Odilon Monteiro –foi o maior produtor de mel do Brasil, em apiários situados em Amparo, Coqueiros e Itapira. Chegou a ter 700 colmeias em produção, com uma colheita de 10 toneladas anuais.  Era um estudioso do assunto, e sua produção era baseada em técnicas científicas. Paulino Rech – … Continue...
Geografia

Geografia

Demografia Censo de 2000 População total: 60 404 Urbana: 43 357 Rural: 17 047 Homens: 30 124 Mulheres: 30 280 Densidade demográfica (hab./km²): 135,43 Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 18,74 Expectativa de vida (anos): 69,76 Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 1,85 Taxa de alfabetização: 92,91% Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,806 IDH-M Renda: 0,791 IDH-M Longevidade: 0,746 IDH-M Educação: 0,881 (Fonte: IPEADATA)
Clima

Clima

  Dados climatológicos para Amparo, São Paulo – Brasil  Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano Temperatura máxima média (°C) 29,3 29,3 29 27,3 25,3 24,2 24,4 26,5 27,5 28 28,5 28,5 27,3 Temperatura mínima média (°C) 18,1 18,3 17,6 14,9 12,2 10,7 10,2 11,5 13,5 15,2 16,1 17,4 14,6 Precipitação (mm) 249,1 199 162,9 78 62,1 45,3 28,4 31,8 68,2 121,9 149,2 232,4 1 428,3 Fonte: [7]   Amparo possui clima tropical de altitude, (classificação climática de Köppen-Geiger Cwa) com temperaturas amenas (Temperatura Média Anual de 21 °C), verões chuvosos e invernos secos.[7]   https://www.cpa.unicamp.br/outras-informacoes/clima_muni_022.html  
Figuras Ilustres

Figuras Ilustres

Bruno Henrique Fortunato Aguiar, jogador de futebol Alex Silva, jogador de futebol Luisão, jogador de futebol Joaquim Pinto de Araújo Cintra, barão de Campinas Bernardino José de Campos Júnior Carlos de Campos Carmo Cintra Cyro Silva, historiador e advogado Damásio Pires Pimentel, Intendente Flávio Augusto de Oliveira Queiroz, Magistrado Francisco Franco da Rocha Francisco José Zugliani Francisco Prestes Maia João Pedro de Godoy Moreira, fundador de Pedreira – SP Jorge Coli Laudo Ferreira de Camargo, ilustre juiz, que hoje dá nome ao prédio do fórum local Luís de Sousa Leite Manuel José Gomes – Não Nasceu em Amparo e sim em Barcelos Portugal – Vindo a falecer em Amparo Marçal Aquino, jornalista, escritor e roteirista de cinema brasileiro Maria Suellen Altheman, judoca brasileira. Olympio Ribeiro, empresário do transporte, pioneiro nessa área, que chegou a “abrir” estradas para a passagem de … Continue...